Foto: Anderson Tozato

Shopping Estação fica na região central de Curitiba.

Um alerta de bomba dentro do Shopping Estação, na região central da capital, no meio da tarde de ontem, assustou alguns funcionários, lojistas e clientes. Felizmente não houve pânico, até que, por volta das 16h50, ouviu-se um forte estrondo num dos corredores.

Clientes ficaram assustados, mas sem ver nenhuma movimentação estranha, acabaram voltando às compras. A assessoria do Shopping Estação informou que tudo estava bem e o barulho era parte de um treinamento de funcionários.

Treinamento ou não, policiais do Pelotão Antibombas, do Comando de Operações Especiais (COE), da Polícia Militar, afirmam que foram ao local atender uma situação real de ameaça de bomba.

De acordo com o tenente Oliveira, funcionários do shopping teriam recebido três ligações, no período de uma hora, avisando que havia uma bomba no shopping. Foi então que a administração acionou a Polícia Militar.

Segundo o tenente, uma viatura de patrulhamento comum chegou primeiro ao local, por volta das 16h, e fez um contato com a segurança do shopping, orientando a todos que procurassem por qualquer objeto alheio ao normal. Foi quando uma funcionária encontrou um pacote num dos banheiros e avisou os policiais.

Ao chegarem, por volta das 16h30, os policiais do COE desarmaram a suposta bomba com a utilização de um canhão de água. O armamento consegue despejar água sobre o artefato, fazendo com que o explosivo perca seu efeito e continue mantendo a bomba intacta, para que seja verificada mais tarde.

Oliveira explicou que o forte estrondo ouvido pela reportagem, às 16h50, não era nenhuma bomba e, sim, o estrondo do canhão de água. Quando os policiais abriram o pacote, verificaram que dentro dele só havia papel.