Sete associações de bairro, da Região Metropolitana de Curitiba, passaram a fazer parte do Portal da Comunidade, programa coordenado pela Secretaria Especial de Relações com a Comunidade. Por meio dele, líderes comunitários recebem treinamento nas áreas de informática, gestão empresarial e desenvolvimento social, e podem difundi-los entre os participantes da associação, que ganha uma página na internet. Com o site, pode-se oferecer serviços específicos do bairro e formar banco de emprego, por exemplo.

O secretário de Relações com a Comunidade, Milton Buabssi, explicou que o programa foi criado para levar, além de inclusão social e digital a comunidades pobres, alternativas de renda à população. Para o treinamento dos líderes comunitários, o governo oferece equipamentos, internet, linha de acesso e um site para cada associação. ?Este espaço virtual permite organizar as informações e se transforma em ferramenta de gestão para a associação de bairro, contribuindo para a promoção do desenvolvimento social e econômico dos seus membros, com a divulgação de ofertas de produtos e serviços, estimulando o mercado local?, comentou Buabssi.

Deficientes visuais

Entre as sete novas associações que passaram a farzer parte do Portal da Comunidade, está a Associação dos Deficientes Visuais do Paraná ? Adevipar ?, localizada no Sítio Cercado. A inauguração oficial do programa foi no último domingo (18). A entidade existe há mais de 20 anos e utilizava os serviços oferecidos pelo Portal há um mês, de forma experimental. ?O diferencial nessa associação foi o estudo feito para incluí-la no programa. Para os deficientes visuais, foi implantado o sistema operacional DOSVox, que se comunica por meio de comandos de voz com o usuários?, disse Buabssi.

Segundo o diretor de Relações Públicas da Adevipar, Flávio Bill, a Associação já possui uma Escola Especial para cegos, na qual são ministradas aulas de braile, bem como cursos voltados para deficientes visuais. Além disso, o Serviço Social da associação realiza trabalhos para o desenvolvimento físico e motor dos associados, como futsal, educação física, xadrez e atletismo. Para Flávio, a adesão ao Portal da Comunidade é muito importante para o associado Adevipar. ?Além da inclusão digital do deficiente visual, o Portal da Comunidade será a ferramenta para a divulgação dos nossos trabalhos, e a comunidade poderá se beneficiar de mais essa conquista?, declarou.

Além da Associação dos Deficientes Visuais do Paraná, o Portal da Comunidade foi inaugurado também na Associação Viva Brasil ? Novo Mundo, Associação Vovô Vitorino – Tatuquara, Associação Conjunto Paineiras – Barrerinha, Clube das Mães Colombo I e II – Fazendinha, Projeto Plantar Centro Araucária, Projeto Plantar Vila Tupy ? Araucária.

De acordo com o secretário, o Portal da Comunidade também é um canal de acesso da população para o governo. ?Através desse programa as associações poderão fazer suas reivindicações e expor suas necessidades para que o governo do Estado, por meio da Secretaria Especial de Relações com a Comunidade, atenda de forma efetiva todas as dificuldades e anseios dos novos usuários do Portal, assim como já acontece com os mais antigos?, finalizou.