Pai e filho foram presos por receptação de material público furtado na manhã de segunda-feira (12), em Bocaiúva do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). Ulisses José Faria, 57 anos, vulgo “Sapo”, e o filho dele Daniel Oliveira de Faria, 33 anos, compraram objetos que pertenciam a um antigo Posto da Polícia Militar Ambiental que havia sido depredado por vândalos no dia 25 de julho. O posto ficava localizado em Tunas do Paraná, também na RMC, na BR-476.

+Leia também: Pet Shop maltratava e utilizava fama pra vender animais em Curitiba

Segundo o delegado Bradock, da Delegacia de Bocaiúva, pai e filho compraram por R$ 300 objetos como portas, janelas, vasos sanitários, pias de cozinha de aço inox, pias de banheiros, caixilhos para portas, janelas de alumínio e fiação. Todos os materiais eram patrimônio público retirado do posto de Tunas. A polícia chegou ao local, um estabelecimento comercial no bairro Campinhos, por meio de uma denúncia anônima.

Ainda será investigado pela polícia como os objetos foram oferecidos aos dois, para que os responsáveis pelo furto também sejam presos. Os materiais foram recuperados. Pai e filho, que não tinham antecedentes criminais, agora vão responder por receptação e permanecem à disposição da Justiça.

Pai e filho foram presos nesta segunda-feira (12). Foto: Divulgação/Polícia Civil
Pai e filho foram presos nesta segunda-feira (12). Foto: Divulgação/Polícia Civil

Bandidos roubam carro de mulher no Portão e são mortos em confronto com a PM na BR-116