Logo no final da madrugada desta quarta-feira (4), uma pessoa que estava num prédio da Rua Emiliano Perneta, no Centro de Curitiba, presenciou o assassinato de um morador de rua. Ele chamou a Polícia Militar (PM) e não conseguiu impedir que o crime acontecesse, mas ajudou com que os três suspeitos, um deles adolescente, fossem encontrados.

O crime aconteceu próximo ao cruzamento com a Rua Visconde do Rio Branco. A Tribuna do Paraná apurou que os assassinos foram vistos espancando o homem, que tinha 30 anos e que dormia num ponto de ônibus. A PM foi chamada e a viatura chegou pouco tempo depois, mas o trio já não estava no local.

Os socorristas do Corpo de Bombeiros foram chamados, mas não puderam fazer nada para salvar o morador de rua, que estava sem a parte de cima da roupa. Segundo a polícia, ele foi morto a pancadas. O morador de rua ainda não teve a identificação oficial divulgada.

Detidos na praça

Um homem, que trabalhava num prédio bem em frente ao ponto de ônibus em que o crime aconteceu, aproveitou a presença dos policiais e contou detalhes sobre os assassinos. As viaturas foram até a Praça Rui Barbosa e conseguiram encontrar os três suspeitos.

Os três, um deles adolescente, foram detidos pelos policiais militares. Conforme a PM, todos foram reconhecidos pela testemunha. O garoto foi encaminhado à Delegacia do Adolescente e a dupla à Central de Flagrantes. A Polícia Civil deve apurar agora qual foi o motivo do crime.

https://www.tribunapr.com.br/noticias/seguranca/quadrilha-suspeita-de-roubar-r-10-milhoes-em-cargas-e-alvo-da-policia-civil/