Uma confusão entre vizinhos de um condomínio de luxo em Curitiba, envolvendo os membros de uma família ganhadora do prêmio de R$ 47 milhões da Mega-Sena, em 2010, terminou com duas pessoas presas na madrugada desta quinta-feira (18), na Cidade Industrial (CIC), região onde fica o condomínio. Eles participaram da agressão a um vizinho, que está internado após ser espancado por cerca de 30 pessoas.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

A confusão ocorreu por causa de uma reclamação de algazarra na residência da família da Mega-Sena, onde se comemorava o aniversário de 18 anos de um dos filhos do dono da casa. Cerca de 30 convidados e os donos da festa, incluindo o aniversariante e o irmão dele, de 20 anos, teriam espancado o vizinho da casa ao lado, um advogado criminalista, que acabou internado no hospital. Aniversariante e irmão foram presos.

+Leia mais! Ganhadora da Mega Sena é agredida e denuncia racismo após confusão em condomínio de luxo na CIC

A Polícia Militar (PM) confirmou que foi acionada por moradores do local pelo número 190, para intervir em uma festa que estava provocando algazarra. Ao chegar no condomínio, verificou-se que até mesmo o porteiro já teria sido ameaçado pelos donos da festa por pedir moderação e silêncio, após o horário permitido para a perturbação do sossego (normalmente, 22h). Ainda segundo a PM, no local, houve resistência do pessoal da festa durante a tentativa dos policiais de apaziguar os ânimos e uma grande confusão começou. Foi nesse momento que o advogado criminalista foi agredido até ficar bastante ferido, sob a alegação de que havia a sio a esposa dele a responsável por chamar a polícia.

O advogado precisou ser levado para o Hospital do Trabalhador para ser socorrido. Ele ficou internado, mas apesar os ferimentos, o advogado não corre risco de morte. Praticamente todos da festa brigaram, informou a PM, incluindo o pai, de 47 anos, e os filhos da família ganhadora da Mega-Sena, que foram encaminhados para a Central de Flagrantes de Curitiba.

O pai já foi liberado, mas assinou um termo circunstanciado por perturbação do sossego. Os irmãos foram autuados por lesão corporal de natureza grave e seguem detidos. A polícia deve averiguar a informação de que festas nesse formato seriam constantes na residência da família da Mega-Sena. Ninguém teve o nome revelado.

Rede de farmácias tem 80 vagas de emprego pra Grande Curitiba