“É um monstro, um psicopata. O melhor era a morte dele”. O desabafo é da filha, logo após ser informada pelo próprio pai que ele teria sido o responsável por matar a madrasta com uma facada no peito. A morte ocorreu nesta manhã de terça-feira ( 10), na Rua da Paz, no bairro Plano Deodoro, em Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba.

+Leia mais! Dias após ter carro roubado, ganhador fatura R$ 50 mil no Nota Curitibana

Segundo informações da Polícia Civil, Izaquel Rodrigues de Meira, 70 anos, e Marisa Costa, de 52 anos, ingeriram bebida alcoólica até às 2h da manhã. Ao entrarem em casa, tiveram uma discussão e Izaquel usou uma faca para matar Marisa. Horas depois do crime, o idoso foi para a casa da filha Denise Aparecida para relatar o acontecido.

“Eu matei a Marisa e fiquei em choque. Estava com uma corda na mão e pensei nos meus filhos. Falou para eu cuidar do funeral dela e ainda avisou que iria se matar ou se entregar”, disse Izaquel à filha instantes após o crime.

+Viu essa? Perseguição a carro roubado termina em morte na Linha Verde!

Carta de amor

Na cena do crime, foram encontradas duas cartas escritas pelo autor do homicídio. “Ele relatava que amava muito ela e por isto a matou”, afirmou o investigador Sérgio Claro, da Delegacia Civil de Piraquara.

Izaquel está foragido e segundo familiares estaria com cartões de crédito da mulher. Ele já tem passagens pela polícia.

Conheça o gaúcho que virou sua vida para cuidar de Curitiba