As iniciativas definidas pelo PT para a área de comércio exterior destacam a nomeação de um representante comercial em cada embaixada brasileira; a criação de uma secretaria de comércio exterior, diretamente vinculada à Presidência da República, e a desoneração das exportações. O projeto foi revelado hoje a empresários na Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) pelo candidato a presidente Luiz Inácio Lula da Silva. ?O Brasil precisa ser mais agressivo, ousado e impetuoso? no comércio internacional, segundo Lula. ?Nunca aceitei essa fragilidade no comércio exterior do País?, disse. Ele priorizou o aumento das exportações e o incremento simultâneo do comércio interno como forma de promover o crescimento sustentado do País. Destacou também a necessidade de definição das reformas tributária, trabalhista, previdenciária, agrária e política, mas alertou que as transformações nesses setores só poderão ocorrer via amplo debate nacional, contribuição das entidades civis e o compromisso do presidente da República de coordenação.