Rio, 10 (AE) – Uma rebelião no presídio Hélio Gomes, no Complexo Penitenciário da Frei Caneca, estourou às 18 horas logo após o horário de visitas. A polícia fechou a rua em frente ao presídio e não informa o número de rebelados. Segundo o chefe da equipe de negociadores da Secretaria de Segurança Pública, tenente-coronel Eraldo Almeida Rodrigues, cinco reféns estão em poder dos presos.

Os cerca de 20 detentos, porém, alegam ter seis. Eles garantem não pertencer a nenhuma facção, dizem estar armados com pistolas e facas e pedem a presença de representantes da Secretaria de Direitos Humanos. Rodrigues informou também que o secretário de Administração Penitenciária, Astério Pereira dos Santos, não autorizou os policiais a invadirem o presídio.