O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Roberto Busato, recusou-se a receber hoje , às 17 horas, na sede da OAB, o Relator Especial das Nações Unidas, Leandro Despouy, que está no Brasil desde o último dia 13 preparando um dossiê sobre o Judiciário brasileiro. A visita à OAB, por solicitação da ONU, foi marcada há mais de 20 dias para ocorrer nesta segunda-feira, às 16 horas. Na tarde de quinta-feira, porém, a assessoria de Despouy pediu a antecipação do encontro, alegando que ele não estará em Brasília no dia 25.

A assessoria internacional da OAB Federal consultou o presidente da entidade sobre a possibilidade da mudança às pressas solicitada pelo relator da ONU. Busato achou estranho o pedido e não aceitou a mudança.

Em novo contato, a assessoria de Despouy admitiu que ele estaria em Brasília, mas como a agenda estava lotada ele preferia que o encontro ocorresse no final da tarde de sábado.

Na segunda-feira, o relator da ONU visitará os presidentes do Supremo Tribunal Federal, Nelson Jobim, do Superior Tribunal de Justiça, Edson Vidigal e do Superior Tribunal Militar, José Júlio Pedrosa. No STM, a audiência está marcada para as 14 horas.