Cerca de 30 pessoas participam do velório do deputado federal Enéas Carneiro (PR-SP) no Memorial do Carmo, no bairro do Caju, zona portuária do Rio de Janeiro. O deputado morreu no domingo, aos 68 anos, vítima das complicações de uma leucemia. Segundo informou o PR, o corpo do deputado será cremado às 13 horas, depois de uma cerimônia religiosa reservada à família. Os familiares também pediram que a imprensa não entrasse na Capela 9 onde acontece o velório.

Poucos políticos passaram pelo velório durante a manhã, entre eles o deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) e o deputado estadual Edino Fonseca (PR-RJ). Muito emocionada, a ex-deputada estadual de São Paulo, Havanir Nimtz, disse que Enéas foi seu grande mentor político. Mesmo depois de ter trocado o antigo Prona pelo PSDB, a deputada disse ter conservado os ideais nacionalistas de Enéas. O deputado federal Aldo Rebelo (PCdoB/SP),ex-presidente da Câmara, também compareceu ao velório de Enéas.