O candidato à presidência Luiz Inácio Lula da Silva (PT) visita hoje Curitiba e se encontrou de tarde com o candidato ao governo do Estado pelo PMDB, Roberto Requião, que confirmou o apoio à candidatura do petista.

O que ainda não está definido é se esse apoio acontecerá no 1.º ou em um eventual 2.º turno, decisão que será tomada pelo Diretório Estadual do PMDB. ?Boa parte do PMDB já está trabalhando na campanha de Lula?, disse Requião, mencionando como exemplo as lideranças do partido em Foz do Iguaçu.

O candidato ao senado pelo PMDB, Paulo Pimentel, disse que vê com simpatia o apoio do partido à candidatura de Lula. ?Acho que ele está preparado para ser presidente?, disse.

Lula afirmou que sempre foi favorável à aliança da oposição para esta eleição e que isso só não foi possível por causa da verticalização. ?Eu vou ganhar a eleição. Eu me preparei para isso e a minha candidatura é a alternativa mais importante para o País neste momento?, disse Lula.

Sobre a verticalização das coligações – que determinada que os Estados sigam as mesmas alianças feitas entre os partidos na esfera nacional – Roberto Requião comentou que gostaria que o PT e o PMDB estivessem juntos. ?Eu defendi esta aliança. Ela não foi possível por causa da verticalização?.

Os oito deputados da bancada do PMDB no Estado já estão trabalhando na campanha de Luiz Inácio Lula da Silva.