Principal cartada dos tucanos para reverter as pesquisas de intenção de voto, o programa na TV do candidato do PSDB à Presidência, José Serra, aposta na linguagem popular como carro-chefe e tem foco nos jovens: o filmete é aberto ao som de um genérico da música “Bate Coração” e encerrado com pelada jogada com crianças. Seguindo essa linha de popularização da imagem do tucano, o programa previa a abertura com uma música similar ao hit conhecido na voz da cantora paraibana Elba Ramalho, que apareceu nos programas de Serra em 2002. Quem cantará será outra artista.

Serra aparecerá ainda numa “favela”, montada num estúdio. Foi contratado um grupo de pagode, Novos Malandros, que cantará o jingle de Serra ao lado do candidato numa laje da “favela” montada no estúdio alugado pela campanha, na zona oeste paulistana. Depois da cantoria de “Bate Coração”, Serra se apresentará ao País. Falará sobre sua biografia e seus principais feitos, entre eles a gestão à frente do Ministério da Saúde, durante o governo de Fernando Henrique Cardoso.

A seguir, serão apresentados quatro personagens. Serão quatro brasileiros, beneficiados por programas específicos de Serra, formulados durante sua gestão na Saúde e na atuação como parlamentar. Os quatro foram entrevistados pela equipe de comunicação do candidato em diferentes regiões do País – a maior parte delas, regiões carentes, na Bahia, na Paraíba e no Maranhão.

Depois do “pagode na laje”, onde há um cenário montado como se houvesse um churrasquinho no local, vem a parte final. A previsão ontem à noite era que o candidato do PSDB encerrasse sua primeira participação na televisão jogando futebol com um grupo de crianças. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.