O jornal O Estado do Paraná publica no próximo domingo, dia 30, uma pesquisa de intenções de votos para a sucessão municipal em Curitiba. A empresa Experience Consultoria e Pesquisa está em campo ouvindo seiscentos eleitores em toda a cidade para aferir o desempenho de doze pré-candidatos a prefeito.

A pesquisa começou anteontem e será encerrada hoje. Os resultados mostrarão a preferência do eleitor nas modalidades de pesquisa espontânea e estimulada. Será a primeira de uma série de sondagens que a Experience fará sob encomenda de O Estado, durante a campanha eleitoral.

O diretor da Experience, psicólogo Bruno Lopes, explicou que os consultados estão distribuídos proporcionalmente por sexo, idade e grau de instrução, compondo um universo representativo do eleitor de Curitiba. Bruno Lopes observou que, embora muitos partidos ainda não tenham definido suas candidaturas, o quadro atual de pretendentes já pode oferecer uma noção importante para sondar a escolha do eleitor.

Lopes citou que, durante um congresso que reuniu representantes das empresas de pesquisa do país, em São Paulo, no mês de março, foi apresentado um trabalho mostrando que mais de 70% dos eleitores gostam de acompanhar o resultado de sondagens de intenções de votos para saber o que os outros cidadãos estão pensando sobre a disputa.

O diretor da Experience disse que o mesmo estudo revelou que a confiabilidade do eleitor em pesquisas de intenções de votos aumenta se os resultados forem publicados em um órgão de imprensa. “Quando a pesquisa é divulgada por um partido ou candidato, o eleitor passa a ter suas reservas porque suspeita de que pode ser material de campanha para induzir seu voto”, comentou.

Sobre Curitiba, Bruno Lopes comentou que, historicamente, o eleitor da cidade sempre decide seu voto pouco antes da eleição. “O eleitor de Curitiba sempre deixa sua decisão para o final. As eleições anteriores mostraram que poucos dias antes da eleição, há sempre uma mudança do quadro que não estava sendo detectada no início da campanha”, disse.