O ministro do Supremo Tribunal Federal, Eros Grau, evitou nesta quinta-feira (23) comentar a suspeita de que não iria aceitar a denúncia contra os envolvidos no escândalo do mensalão, como comentaram colegas do STF em mensagem pela internet, denunciada hoje pelo jornal O Globo. "O ministro Lewandowski e a ministra Carmem Lúcia é que sabem das coisas", disse Eros Grau, ao chegar ao Supremo, referindo-se aos colegas, autores da troca de mensagem. "Nunca vi esse tipo de procedimento no tribunal, nem nunca vi a imprensa entrar e interceptar mensagens, nem esse tipo de diálogo", afirmou o ministro, visivelmente nervoso.