O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, confirmou nesta tarde que o governo estuda aumentar a Cide sobre combustíveis para aumentar a arrecadação tributária. Segundo o ministro, esta alternativa faz parte de um estudo que deverá ser concluído em três ou quatro meses. Lobão explicou que a elevação da Cide é apenas uma das alternativas em estudo.

Ele defendeu que uma eventual redução nos preços do óleo diesel e da gasolina seja repassada ao consumidor. “Isso faz parte do estudo, mas não quer dizer que seja uma medida vitoriosa”, disse, ao sair de um encontro de mais de duas horas com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Está sendo ainda estudado, vamos levar tempo ainda para tomar essa decisão. É um estudo do Ministério da Fazenda com a Petrobras e com o Ministério de Minas e Energia. Estamos verificando a repercussão financeira desta redução de custo da gasolina e do óleo diesel e se isso vai ou não para a Cide. Não há decisão ainda”, disse o ministro. “A ideia é repassar para o consumidor, sim”, completou.