Os empregados da Petrobras elegeram, em votação interna, Deyvid Bacelar para representá-los no conselho de administração da empresa. Ele substituirá Silvio Sinedino a partir de abril, quando a nova equipe de conselheiros será revista e haverá mudanças não só na cadeira que cabe ao representante dos empregados.

Bacelar é do sindicato dos petroleiros da Bahia (Sindipetro-BA), ligado à Federação Única dos Petroleiros (FUP), que, por sua vez, é ligada à petista Central Única dos Trabalhadores (CUT). Ele já havia sido o mais votado no primeiro turno das eleições e foi para o segundo turno com Sinedino, da Associação dos Engenheiros da Petrobras, em votação que durou até ontem.

Em campanha, Bacelar prometeu aos empregados da Petrobras que irá estabelecer um canal de comunicação direto com os funcionários, presencialmente ou pela internet – por site, e-mail e facebook -, para prestar contas da sua atuação no conselho.

Disse ainda que levará à cúpula da companhia as reivindicações relativas à saúde, meio ambiente e segurança. E que irá recorrer ao Congresso para tentar alterar a legislação que impede que o representante dos empregados no conselho trate de acordo coletivo de trabalho e previdência complementar.

Em sua página no Facebook, Sinedino agradeceu os votos recebidos e cumprimentou Bacelar pela vitória.