O governador afastado do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido, ex-DEM), passará por novos exames hoje no Hospital das Forças Armadas, em Brasília. Pela manhã, ele foi submetido a um cateterismo cardíaco solicitado pelo médico particular dele, Brasil Caiado, depois de uma tomografia apontar uma placa de gordura em uma das principais artérias do coração.

A Assessoria de Imprensa do Instituto de Cardiologia de Brasília não soube informar a quais outros exames Arruda será submetido nem quanto tempo durou o cateterismo. A esposa do governador cassado, Flávia Arruda, o acompanha no hospital.

Esta é a quarta vez que José Roberto Arruda deixa a superintendência da Polícia Federal (PF), onde está preso, para realizar exames médicos, desde que começou a se queixar de dores e inchaço no tornozelo direito, que operou em novembro. O governador afastado do DF é acusado, em inquérito policial, de ser o chefe do “mensalão do DEM”. Ele foi preso por tentativa de suborno de uma das testemunhas do esquema.