O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) informou que 140 foram presas em seu boletim de ocorrências das eleições divulgado às 16h. Deste número, 45 são candidatos.

O estado que mais registrou ocorrências com boca de urna resultando em prisões foi São Paulo, com 27.

Além disso, 2.717 urnas precisaram ser substituídas, representando um percentual de 0,60% do total.