Policiais do 2.º Distrito Policial (Rebouças) seguiram uma denúncia anônima e prenderam, na noite de quarta-feira (18), uma quadrilha acusada de cometer vários furtos e roubos, no Sítio Cercado, em Curitiba. Quatro pessoas já estão atrás das grades. A polícia procura agora o homem que é apontado como líder do grupo.

Em uma casa no Sítio Cercado, a polícia prendeu Heliete Augusto Bueno, 40 anos, esposa de Zaquel Alves de Lima, apontado como chefe do grupo. Ele também usa uma identidade do Pará, com o nome de Elias Ribeiro de Lima. No momento da prisão, Lima não estava em casa.

No local, a polícia apreendeu o Monza, placa ADR 0561, roubado. ?Quando os policiais estavam dentro da casa, Zaquel telefonou. Os policiais atenderam a ligação, ele não reconheceu a voz e fugiu. Acreditamos que vamos encontrá-lo em breve?, disse o superintendente do 2.º DP, Marco Aurélio Furtado. Toda a operação foi coordenada pela delegada Selma Regina Braga de Moraes.

Em frente à residência do casal, foram presos outros acusados de integrar quadrilha. Cléverson Ferreira de Camargo, 27 anos, Luiz Géis Abreu, 23, e Vilmar de Jesus dos Santos, 39, foram autuados em flagrante por receptação e formação de quadrilha e levados em seguida ao 2.º Distrito Policial. Os três já têm passagens pela polícia por furto e roubo. Zaquel já foi condenado a 10 anos de prisão por roubo.