Agentes da Polícia Federal de Nova Iguaçu e da superintendência do Rio de Janeiro já estão trabalhando no apoio às investigações conduzidas pela Secretaria Estadual de Segurança Pública, para prender os responsáveis pela chacina que matou 30 pessoas, em Nova Iguaçu e Queimados.

Os federais iniciaram suas diligências nesta sexta-feira, logo depois que o superintendente da PF no Rio, delegado José Nilton Rodrigues, determinou instauração de inquérito para investigar a chacina sob a coordenação da Polícia Federal de Nova Iguaçu.

Na manhã deste sábado, policiais civis da Delegacia de Homicídio da Baixada Fluminense, juntamente com colegas da Delegacia Policial do Bairro da Posse, em Nova Iguaçu, saíram em diligências por diversas localidades da Baixada Fluminense para checar informações que levem aos assassinos.

Uma missa pelas almas das vítimas da chacina será rezada na Catedral de Santo Antônio, no centro de Nova Iguaçu, com a presença do prefeito Lindberg Farias (PT).