enkontra.com
Fechar busca

Paraná

Técnicos das universidades aceitam proposta do governo

A comunicação aconteceu nesta sexta-feira e afasta possibilidade de greve

  • Por Aen

Os sindicatos que representam os servidores técnico-administrativos das universidades estaduais do Paraná aceitaram a contraproposta oferecida pelo governo e afastaram a possibilidade de entrar em greve. A comunicação foi feita nesta sexta-feira (17) ao secretário da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Alípio Leal.

A nova tabela, que traz avanços salariais para as várias faixas da categoria, faz parte integrante do Plano de Carreira do pessoal técnico das instituições. “Apesar de todas as dificuldades, o governo está fazendo tudo o que pode para beneficiar os trabalhadores e garantir um ensino de qualidade”, disse o secretário Alípio durante a reunião.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino de Maringá (Sinteemar), Eder Rossato, o grupo representado na reunião não concorda com o outro grupo que aprovou estado de greve apesar de o governo do Paraná ter cumprido o acordo de enviar para a Assembleia Legislativa mensagem que prevê reajustes de 7,14% durante quatro anos, em outubro.

Os reajustes da tabela aceita variam em média de 35% para os técnicos de nível fundamental (pessoal de apoio); 20% para o pessoal do ensino médio mantido pelas universidades; e 6% para os cargos de nível superior. Os índices incidem sobre os vencimentos básicos.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas