O primeiro mês de vigência da obrigatoriedade de uso do farol baixo durante o dia nas rodovias federais do Paraná terminou com quase 13 mil motoristas autuados e 46% menos mortes em colisões frontais e atropelamentos. Os dados são da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Entre os dias 8 de julho e 8 de agosto, os agentes da PRF flagraram 12.976 motoristas transitando sem utilizar o farol baixo no estado, uma média pouco superior a 400 autuações ao dia. O número de flagrantes no Paraná foi inferior apenas ao verificado em Goiás, onde a PRF emitiu 14.683 autuações.

No mesmo período, o número de mortes registradas em atropelamentos durante o dia no Paraná caiu pela metade em relação a igual período do ano passado –de quatro para duas. E o total de mortes em colisões frontais nos trechos de pista simples, também durante o período diurno, passou de nove para cinco, uma queda de 44,4%.

Somadas, as mortes provocadas por esses dois tipos de acidentes, que podem ser evitados com o uso do farol baixo, caíram 46,1%, de 13 para sete nas rodovias federais paranaenses.