Delegados, peritos e servidores administrativos da Polícia Federal de todo País realizam hoje mais uma manifestação. O objetivo é cobrar do governo federal as reivindicações da categoria, entre elas a exigências da reposição salarial com base na inflação dos últimos anos. Ao contrário dos agentes, os delegados não exigem a saída do diretor-geral da PF, Leandro Daiello Coimbra. “Queremos apenas a reposição inflacionária e nada de demissões ou pressões”, afirma o delegado Gastão Scheffer Neto, diretor da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal do Paraná. De acordo com Scheffer, as investigações em andamento devem ser interrompidas durante a mobilização. No entanto, as situações de emergência serão atendidas normalmente pelos delegados federais.