O Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) começou, às 14h desta quinta-feira (11), a Operação Padroeira para aumentar o policiamento nos 12,4 mil quilômetros de rodovias estaduais. O efetivo empregado na fiscalização será 30% maior que em dias normais, até a meia-noite de segunda-feira.

O subcomandante do BPRv, major Bruno Soares da Silva, explicou que todos os policiais dos setores administrativos vão trabalhar na operação. “Serão intensificadas as fiscalizações com radares e com o bafômetro, para coibir, principalmente, excesso de velocidade e embriaguez ao volante”, afirmou o oficial.

Segundo o subcomandante do BPRv, o clima influencia no número de acidentes. Ele exemplificou que, no feriado prolongado de 7 de setembro do ano passado, quando estava chovendo, foram registradas 11 mortes nas rodovias estaduais. Neste ano, com sol e calor, ocorreram 25 mortes. “Com tempo bom, as pessoas abusam da velocidade e da bebida”, comentou.

Segurança

Os destinos mais procurados são as praias e balneários, segundo o major Bruno. “Os curitibanos criaram a cultura de ir à praia nos feriados. No interior, é costume as pessoas passarem os dias de folga nos balneários do estado e em Foz do Iguaçu”, explicou.

Bruno sugeriu, para uma viajem mais tranquila, pegar estrada fora do horário de fluxo. “Deve-se procurar viajar antes das 18h de quinta-feira e das 14h, no domingo”. Outra recomendação é a revisão geral do veículo antes de pegar a estrada. “É imprescindível conferir o funcionamento de freios e faróis e fazer o balanceamento e a calibragem dos pneus”.

Ele avisou que será fiscalizado o uso de cinto de segurança por adultos e crianças com altura e idades apropriadas para o equipamento e de cadeirinha para os menores. “Crianças até um ano devem ser transportadas no bebê-conforto, desta idade até os 4 anos, troca-se pela cadeirinha e, depois, para o assento de elevação, até os 7,5 anos”, disse major Bruno.