Fotos: Ciciro Back/O Estado
Telma Baggio reclama que hoje a coleta não tem horário fixo.

A partir de 5 de fevereiro, a coleta de lixo domiciliar vai mudar em 34 bairros de Curitiba. Segundo a Cavo, empresa terceirizada responsável pelos serviços de limpeza locais, será a primeira vez em onze anos que o horário de coleta é alterado. Para empresa e Prefeitura, a mudança irá dinamizar o serviço e pode melhorar o atendimento à população, reduzir o esforço dos trabalhadores e até desafogar o tráfego de Curitiba.

Os bairros onde a coleta será modificada serão: Boa Vista, Pilarzinho, São Lourenço, Vista Alegre, Bom Retiro, Juvevê, Jardim Social, Bacacheri, Bigorrilho, Campina do Siqueira, Tarumã, Capão da Imbuia, Cajuru, Jardim das Américas, Jardim Botânico, Rebouças, Prado Velho, Guabirotuba, Uberaba, Boqueirão, Alto Boqueirão, Parolin, Guaíra, Seminário, Santa Quitéria, Campo Comprido, Portão, Fazendinha, CIC, Novo Mundo, Capão Raso, Xaxim, Pinheirinho e Barreirinha.

Dentro dessa relação, nos locais onde a coleta era feita às segundas, quartas e sextas-feiras, passa a ser feita às terças, quintas e sábados e vice-versa. Já nos locais onde o serviço era feito à noite, passará a ser de dia e onde era de dia passará ser feito durante a noite.

Maria é indiferente à mudança.

De acordo com a Cavo, este novo modelo equilibra os setores diurnos (43) e noturnos (42) de coleta. Isso não ocorre atualmente, quando, para a coleta, Curitiba está dividida em 45 setores diurnos e 35 noturnos. A empresa justifica que a alteração trará melhoria direta à população, principalmente evitando atrasos. ?Nos últimos dez anos, a população de Curitiba cresceu cerca de 18% e o lixo 14%, sem que o plano de recolhimento do lixo doméstico tenha sido alterado ou atualizado?, afirma o supervisor da Cavo, Ricardo de Souza.

De acordo com o secretário municipal do Meio Ambiente, José Antônio Andreguetto, a mudança ainda trará ?mais disponibilidade de equipamentos e do quadro funcional, melhorando o bem-estar dos trabalhadores. A nova distribuição deve fazer diferença também no trânsito em alguns locais da cidade – reduzindo a frota de veículos na rua em horários de maior movimento?.

População

No bairro Bacacheri, atualmente, a coleta de lixo é feita às segundas, quartas e sextas-feiras. Para a moradora Maria Madalena Grevinski, 53 anos, uma mudança de dias não faria muita diferença. Já a moradora Telma Baggio, 37 anos, reclama que hoje a coleta não tem horário fixo, mas seria bom que tivesse. ?Cada dia é um horário. Tem dia que passa bem cedo, ou bem de madrugada. Ou não dá tempo para tirar o lixo, ou o lixo fica na lixeira até tarde, exposto. Se tivesse horário fixo, mesmo que em dias diferentes, seria ótimo?, afirma.

No bairro Jardim Botânico, Deise Campos, 58 anos, diz que está boa a coleta nos dias em que acontece no bairro – às terças, quintas e sábados -, mas se mudar não haverá problema. Clezi Hilu, 65 anos, afirma que se for mudar, será preciso atenção e um tempo para que as pessoas se adaptem aos novos horários. ?Para mudar é preciso ver bem. Nos dias e horário (noite) em que a coleta é feita hoje é bom, pois passamos o domingo sem lixo. Será que vai ser bom mudar??, indaga.

Serviço:

Outras informações sobre as mudanças podem ser obtidas nos sites da empresa (www.cavo.com.br), da Prefeitura (www.curitiba.pr.gov.br) ou pelo telefone 156.