Foto: Lucimar do Carmo

Motoqueiros sofrem acidentes por falta de sinalização.

Obras de recapeamento asfáltico realizadas pela Prefeitura de Curitiba fizeram com que a Avenida Brasília, no bairro Novo Mundo, se transformasse em uma verdadeira armadilha para motoqueiros que circulam pela via. Devido a desníveis presentes nas pistas, eles têm constantemente perdido o equilíbrio, derrapado e caído com seus veículos.

?A pista está cheia de declives e não há sinalização alertando os motoqueiros sobre os perigos. Quando vemos as irregularidades, já estamos no chão. Na madrugada do último domingo, levei um tombo feio na avenida. Não me machuquei, mas minha esposa, que estava na garupa, ficou com várias escoriações?, conta o metalúrgico e motoqueiro, Wilian Ramalho. ?O curioso é que, alguns minutos depois que eu caí, outro motoqueiro que passava também se desequilibrou e por sorte não se feriu?.

Outra vítima foi o filho do empresário Marco Antônio de Paula Lima. O rapaz, que tem 21 anos e se encontra hospitalizado, sofreu uma queda dois dias antes de Wilian. Teve fratura na coluna e na clavícula e terá que passar por cirurgia. ?O asfalto da avenida está totalmente irregular. Meu filho derrapou em uma depressão e foi ao chão, se ferindo bastante.?

O caixa de panificadora Rafael Unruh, que trabalha em um estabelecimento localizado na Avenida Brasília esquina com a Rua Maestro Francisco Antonel, conta que já presenciou alguns tombos. ?Ontem (anteontem), no final da manhã, um agente da própria Diretran (Diretoria de Trânsito) que estava trabalhando de moto caiu. Ele não se machucou, mas sabia das obras e mesmo assim não conseguiu evitar o tombo.?

Em uma loja de motopeças também localizada na Brasília, o proprietário, Plínio Giannasi, comenta que seus clientes têm reclamado bastante das obras. Segundo ele, outro problema seria uma mudança de sentido realizada na avenida, na altura da Maestro Francisco Antonel, que estaria confundido a todos. ?Antigamente, quem transitava pela Maestro podia virar à esquerda na Brasília. Agora, só é possível virar à direita. Porém, a sinalização da mudança de sentido é insuficiente e já vi muita gente entrando na contramão.?

Em função do feriado de Páscoa, a reportagem de O Estado não conseguiu entrar em contato com a Prefeitura de Curitiba para saber sobre possíveis soluções aos problemas. Ontem, grande parte da administração municipal estava sem expediente.