Foto: Bruno Covelo/SMCS

Primeira etapa tem 9,4 quilômetros.

O trecho da Linha Verde no sentido São Paulo, entre as Ruas Raggi Izzar e Padre Dehon, proximidades do contorno que dá acesso à Brigadeiro Franco, no Hauer, está liberado ao trânsito. São 500 metros de pistas novas funcionando como desvio de obras no leito central da antiga BR-116.

A Linha Verde é a avenida que a Prefeitura está construindo na antiga BR-116 entre o Pinheirinho e Jardim Botânico. A avenida vai abrigar o sexto corredor de transporte da cidade. Desde o mês passado, vários trechos estão liberados ao trânsito. A previsão é que a avenida ficará pronta no primeiro semestre do ano que vem. A obra, num trecho por onde passam 45 mil veículos por dia, é feita sem bloqueio ao trânsito.

Obras

No total 100 máquinas, 150 caminhões e 500 homens atuam na obra, iniciada em janeiro. Além das novas pistas, trechos de ciclovia, calçadas, meio-fio, pistas de acesso aos bairros e comércio local compõem a paisagem antes formada por pavimentação deteriorada e de traçado irregular.

A primeira etapa da Linha Verde tem 9,4 quilômetros. O trecho em obras passa por dez bairros onde moram 260 mil pessoas. Naquele trecho haverá oito estações de transporte e novos pontos de ligação entre os dois lados da cidade. Para implantação dos novos pontos de travessia, a Prefeitura está reformando 30 ruas nos bairros do entorno da avenida, o que inclui a ampliação das Ruas Anne Frank e Desembargador Westphalen e a reforma da Avenida Marechal Floriano Peixoto.