Mais dez leitos em unidades de terapia intensiva (UTIs) de alta complexidade devem estar funcionando até o final do ano em Ponta Grossa. Os hospitais Bom Jesus e Santa Casa estão apresentando projetos de ampliação à Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), que vai oferecer ajuda de custo para a manutenção das UTIs. O problema de leitos na região preocupa. Esta semana 10 leitos de média e baixa complexidade oferecidos pelo Hospital Cidade foram fechados. Para contornar a situação, a diretora da 3.ª Regional de Saúde, Lenir Monastirsky, afirma que a Central de Leitos e a Central Reguladora vão estar atentas para a transferência de pacientes para hospitais de outras regiões. A decisão de fechar os leitos foi tomada na quinta-feira da semana passada pela direção do Hospital Cidade e foi bem recebida pela 3.ª Regional de Saúde. Lenir explica que a unidade precisava se adequar às normas estabelecidas pelo Ministério da Saúde para oferecer mais qualidade no atendimento.

Hoje a região conta com 24 leitos de UTI de alta complexidade e seis de neonatal, além de dez leitos de média e baixa complexidade. Até o fim do ano mais dez de alta complexidade devem entrar em operação em Ponta Grossa e outros dez de média e baixa complexidade em Irati.