O governador em exercício Flávio Arns homologou na quinta-feira (31) a licitação para a construção da nova sede do Instituto Médico Legal em Maringá. O investimento previsto é de R$ 2.723.599,49 e as obras devem ser concluídas e entregues no prazo de um ano.

Flávio Arns disse que esta obra é uma reivindicação antiga da comunidade de Maringá e que está sendo atendida pelo Governo do Estado por meio das ações do Programa Paraná Seguro. O programa foi lançado em agosto de 2011, com o objetivo de mudar o cenário da segurança no Estado. “Tratamos os paranaenses com respeito e a nova estrutura representa mais qualidade na prestação de serviços à população”, disse Arns.

A Secretaria da Segurança Pública começou a reforçar a estrutura do IML de Maringá no ano passado. Foram entregues duas novas viaturas para remoção de cadáveres e a contratação de três auxiliares de perícia e quatro motoristas. Também foram solucionadas diversas irregularidades encontradas pela Vigilância Sanitária na estrutura atual do instituto, que atende a região há 35 anos e é considerada inadequada para o serviço.

Para o diretor do IML de Maringá, Alto Pesarini, a nova sede representa a solução completa para atender a população com eficiência. A edificação, com 1.320 metros quadrados, será construída em uma área na Travessa Jorge Pereira da Silva, esquina com a rua Dom Pedro I, na Vila Ipiranga.

O secretário da Segurança Pública, Reinaldo de Almeida César, afirmou que o processo de reestruturação das unidades do IML prevê a construção de novas sedes também nas cidades de Londrina, Foz do Iguaçu, Ponta Grossa e Curitiba.