Foto: João de Noronha

Previsão da Ecovia é que 35 mil veículos se desloquem às praias do Paraná pela BR-277.

As Polícias Rodoviárias Federal (PRF) e Estadual (PRE) iniciaram ontem a Operação Semana Santa nas estradas do Paraná. A expectativa dos policiais é que o movimento seja maior do que no feriado do ano passado devido à crise nos aeroportos. Por conta disso, eles alertam que os motoristas devem redobrar a atenção, já que os registros revelam que a maioria dos acidentes acontece devido à imprudência. No feriado de Páscoa do ano passado, PRE e PRF registraram em todo o Estado 291 acidentes, com 238 feridos e cinco mortos. Em 2005, foram 303 acidentes, 256 feridos e 15 mortos.

Segundo a chefe do departamento de comunicação da PRF, Diucléia Tartaia, as estradas mais movimentadas no feriadão de Páscoa normalmente são a BR-277 (que liga Curitiba ao litoral do Paraná) e a BR-376 (de Curitiba a Santa Catarina). ?Considerando que tivemos um aumento de 17% na frota neste ano e ainda a questão da safra, prevemos que o movimento vai ser maior do que no ano passado?, comenta.

Na jurisdição da PRE, o movimento maior geralmente se registra nas estradas que dão acesso ao interior do Paraná, como a rodovia PR-151 (que passa pelo Norte Pioneiro), a BR-376 (no trecho que passa por Londrina e Maringá) e o outro trecho da BR-277 (rodovia que começa em Foz do Iguaçu, no oeste, mas passa pela região de Guarapuava até chegar a Curitiba e litoral do Paraná). ?Faremos um trabalho de prevenção, principalmente fiscalizando a velocidade dos veículos?, conta o tenente Sheldon Vortolin, da PRE.

No começo da noite de ontem, o movimento na BR-277 sentido litoral paranaense ainda era pequeno, porém a previsão da Ecovia, concessionária que administra o trecho, é que 35 mil veículos visitem as praias do Paraná durante o feriadão. A previsão da Ecovia é que hoje, no período das 9h as 12h, o movimento se intensifique na estrada. Nesses horários, normalmente passam cerca de 700 carros por hora na BR-277, porém, com o feriado, o número deve mais que dobrar. A concessionária também faz um alerta aos motoristas com relação às igrejas que se localizam no perímetro urbano da rodovia, onde há grande concentração de fiéis nesta data. O condutor também deve estar atento às filas de caminhões, já que é época de safra.

Rodoferroviária projeta ligeira queda no movimento

Pelo menos 40 mil pessoas devem deixar Curitiba de ônibus no feriado de Páscoa. A média diária em períodos normais é de dez mil passageiros. A informação é da administração da Rodoferroviária de Curitiba, que disponibilizou 350 veículos extras ontem e mais 50 hoje. A quantidade de passageiros é um pouco menor do que no feriado do ano passado, quando saíram da cidade cerca de 42 mil pessoas.

De acordo com a administração da Rodoferroviária, o movimento maior de passageiros ocorreu ontem, quando 26.500 pessoas embarcaram. Para hoje, a previsão é de que 13.500 passageiros transitem pelo local. A diminuição de um ano para outro é considerada normal, segundo a administração, já que é uma tendência que vem se repetindo nos últimos feriados prolongados.

Pesquisa feita pela Rodoferroviária revelou que 45% dos destinos na Páscoa são cidades do interior do Paraná (já que as pessoas preferem passar ao lado da família), 15% dos passageiros devem ir ao litoral, 20% a Santa Catarina, 12% a São Paulo, 2% ao Rio de Janeiro, 3% ao Rio Grande do Sul e 3% têm outros destinos.