Foto: Ailton Santos/Jornal Hoje

Fazenda está ocupada desde 14 de março do ano passado.

O governador Roberto Requião foi notificado na segunda-feira, através de carta precatória, da decisão do juiz da 1.ª Vara Cível de Cascavel, Fabrício Priotto Mussi, que deferiu nova liminar de reintegração de posse da fazenda experimental da multinacional Syngenta Seeds, em Santa Tereza do Oeste, no oeste do Estado.

Agora, o governador tem 15 dias para disponibilizar a força policial necessária para a desocupação ou estará sujeito a pena de multa de R$ 2 mil por dia em que a decisão não for cumprida. Segundo a assessoria de imprensa da Casa Civil, o setor jurídico do órgão não confirma a notificação, e diz que vai aguardar para se manifestar sobre o caso ou se Requião recorrerá da decisão.

A fazenda está ocupada desde 14 de março do ano passado, por cerca de 80 famílias integrantes da Via Campesina. O juiz Fabrício Priotto Mussi é o mesmo que deu parecer favorável à primeira liminar em favor da multinacional, logo após a primeira invasão da propriedade.

A multinacional já havia conseguido uma primeira ordem de reintegração de posse depois de reverter uma decisão do governo do Estado em desapropriar a área. Mas como houve uma nova invasão à propriedade logo após a desocupação, em 8 de novembro, o Tribunal de Justiça julgou necessário emitir uma nova ordem.

Cruzeiro do Oeste

A Polícia Militar (PM) cumpriu ontem uma ordem de reintegração de posse em Cruzeiro do Oeste, região noroeste do Estado. A fazenda Urupês estava ocupada desde 12 de junho de 2006 por integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). De acordo com a PM, 300 famílias estavam acampadas na área de aproximadamente 730 alqueires.

O plano de reintegração começou a ser cumprido por volta das 6h e durou cerca de 10 horas. Ao chegar no local, os cerca de 400 policiais militares que participaram da ação auxiliaram os integrantes do MST na retirada de seus pertences. De acordo com a PM, as famílias que estavam na área retornaram para assentamentos onde estavam anteriormente. Nenhuma arma foi apreendida no local e não houve incidentes ou tumulto.