Uma grande confusão marcou o sábado de compras de veranistas e moradores do Balneário Gaivotas, em Matinhos, no litoral do Estado. Durante a manhã de ontem, um trator, contratado pela prefeitura local, demoliu o meio-fio de um estacionamento de um parque público. O meio-fio foi construído por um supermercado que fica ao lado do espaço. O estacionamento é usado por clientes do estabelecimento para fazer compras.

Até a polícia foi chamada para apaziguar os ânimos. No momento da ação, havia muitos clientes no local. Segundo o proprietário do Quinteto Supermercado, Ivan Régis da Silva, o meio-fio foi feito mediante uma parceria com a administração municipal anterior. O estacionamento serve ao parque público, que conta com playground, campo de futebol e cancha de vôlei.

De acordo com relato de moradores, a área está abandonada e a população é quem cuida do lugar. “Não há nada no estacionamento que dê a entender que seja do supermercado. Não existe placa, nada. O que acontece é que muitas pessoas deixam o carro ali para ir até o supermercado”, explica Silva. Ele ainda relata que o espaço público é alvo de ações na Justiça.

Silva especula que a demolição de ontem seja algum tipo de represália por parte do atual prefeito de Matinhos, Eduardo Dalmora (PDT). Este também é dono de uma rede de supermercados na cidade. O prefeito, porém, nega as acusações. “Vamos resgatar todas as áreas públicas de Matinhos.

Já resgatamos mais de 20 desde o início do ano, e não vai parar por aí. Ninguém pode ir para um terreno público e tomar conta. Na mesma área onde aconteceu a demolição, havia uma lanchonete, que foi fechada e será demolida na semana que vem. Estou fazendo tudo dentro da lei”, afirma.