enkontra.com
Fechar busca

Paraná

Está suspensa a emissão de RG no Paraná

  • Por Lyrian Saiki

Os paranaenses que precisarem tirar o Registro Geral de Identidade (RG) devem aguardar até o fim do mês para dar entrada no processo junto ao Instituto de Identificação. É que nas maiores cidades do interior, como Foz do Iguaçu, Maringá e Londrina, a cédula para fazer o documento chegou ao fim na quinta-feira passada, e o Instituto não tem material para repor. Em Curitiba, ainda restam cédulas nos 13 postos de atendimento, mas o número é bastante reduzido. O atual governo autorizou, em regime de urgência, a distribuição de 30 mil cédulas, que devem estar prontas até o final deste mês.

De acordo com o diretor do Instituto de Identificação do Paraná, Paulo Ernesto Araújo Cunha, o Instituto vinha fazendo a solicitação de reposição de estoque desde setembro do ano passado, mas a Secretaria Estadual de Segurança Pública teria negado, alegando não haver previsão orçamentária. “Na época, avisamos que nosso estoque de cerca de 171 mil cédulas seria suficiente só para cinco meses. Mas a Secretaria de Segurança Pública não atendeu ao nosso pedido. Insistimos e explicamos que se não fossem pedidas novas cédulas, haveria falta. De novo, nosso pedido foi recusado”, conta Cunha. Em setembro, o Instituto solicitou a liberação de 990 mil cédulas. “No final, insistimos pelo menos a metade desse número, mas não teve jeito.”

Em janeiro, quando o novo governo assumiu, o Instituto de Identificação voltou a se comunicar com a Secretaria Estadual de Segurança Pública. “O governo se sensibilizou com a situação e autorizou a emissão de 30 mil cédulas”, conta Cunha. A demora, segundo ele, está no processo de impressão dos papéis. “Não são todas as gráficas que têm a segurança adequada e fazem a impressão. Além disso, há a questão do edital, prazo da concorrência.” Além das 30 mil cédulas, serão liberadas outras 460 mil numa primeira etapa e o restante numa segunda, até completar as 990 mil unidades pleiteadas.

35 mil

Todo o mês são distribuídas cerca de 35 mil cédulas nos 400 postos de atendimento de todo o Estado. Por dia, são expedidas cerca de duas mil carteiras de identidade no Paraná. Para quem já entrou com processo, o diretor Paulo Ernesto Cunha informa que o documento será emitido normalmente. “O problema é em relação aos que ainda não entraram com o processo”, explica. No interior, a confecção do documento demora entre 30 e 35 dias, enquanto em Curitiba, o período é de 20 a 25 dias. A taxa é de R$ 8,30 para solicitação de primeira via, R$ 12,40 para a segunda via e R$ 14,50 para retificação de segunda via.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas