enkontra.com
Fechar busca

Paraná

Embaixadores é tetracampeã em Curitiba

  • Por Cintia Végas

João de Noronha
Embaixadores da Alegria usou a erva-mate como tema.

Pelo quarto ano consecutivo, a Escola de Samba Embaixadores da Alegria é campeã do Carnaval de Curitiba. O resultado foi divulgado ontem, às 18h30, após alguns desentendimentos entre integrantes da Embaixadores e da Acadêmicos da Realeza, que ficou em segundo lugar.

?A Acadêmicos alegou que um dos componentes da Embaixadores usava calça com logomarca e que poderia caracterizar propaganda, o que é proibido pela Liga das Escolas de Samba de Curitiba?, comentou o presidente do Conselho de Organização do Concurso de Escolas de Samba do Carnaval 2007 de Curitiba, Olinto Alves.

A propaganda poderia resultar em perdas de pontos no quesito fantasia à Embaixadores. Porém, os presidentes das outras escolas se reuniram e concluíram que a pessoa que usava a logomarca na calça não estava desfilando fantasiada, mas participando da equipe de apoio da escola. Indignado com o resultado, o presidente da Acadêmicos, Paulo Roberto Scheunemann, deixou o local de apuração antes da divulgação dos resultados.

Mais

Em terceiro lugar, ficou a Jesus é bom à beça. No grupo B, a campeã foi a Internautas, que obteve o mesmo título no Caranaval do ano passado. Em segundo a Unidos de Pinhais e, em terceiro, a Unidos do Bairro Alto.

Apresentação dos grupos

Milhares de foliões lotaram ontem os dois lados da Avenida Cândido de Abreu, no Centro Cívico, para assistir ao desfile da Liga das Escolas de Samba do Carnaval de Curitiba. O evento teve a dura missão de desfazer a má imagem criada pela confusão no ano passado, quando o quebra-quebra entre integrantes das escolas durante a apuração dos votos impediu a oficialização do resultado da vencedora por alguns dias.

Mas para isso, a Comissão do Carnaval não contou com a organização da Fundação Cultural, que nos anos anteriores realizou o trabalho. O órgão público deixou a tarefa devido aos eventos negativos. Outro indicativo de que a organização da festa não seria tarefa fácil é que a Mocidade Azul, uma das mais tradicionais escolas da cidade, não participou do desfile devido à disputa interna de seus dirigentes.

Blocos

Antes de começar o desfile, por volta das 18h, grupos especiais se apresentaram. Quem abriu a festa foi o Bloco Derrepent, seguido pelo Rancho das Flores, o tradicional bloco da terceira idade. Neste ano o grupo, formado por foliões com idade entre 65 e 90 anos, levou para a avenida o enredo ?Os 18 anos do Rancho das Flores?. Formado por 540 idosos muito bem dispostos, desfilaram ao ritmo de marcha-rancho, todos com a mesma fantasia, de base branca com detalhes e adereços em plumas coloridas.
Depois foi a vez do Bloco da Diversidade, promovido pelo Grupo Dignidade – formado por gays, lésbicas e transgêneros -, entrar na avenida.
Após o desfile, os cerca de cinco mil foliões, de acordo com a PM, brincaram no baile popular.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas