Foto: Ciciro Back

Curitiba: 995 doses aplicadas num único dia.

A procura pela vacina contra febre amarela continua crescente no Paraná. Em Curitiba, de acordo com a Central de Vacinas da Secretaria Municipal de Saúde, foram aplicadas 995 doses na quarta-feira. Ontem, no período da manhã, apenas na unidade central da Praça Ouvidor Pardinho, foram 520 aplicações. Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura, o estoque de cinco mil doses da vacina já acabou. Um novo lote de 20 mil foi adquirido ontem.

Em Maringá, na quarta-feira, depois de divulgada a suspeita de uma morte pela doença no município, 300 doses da vacina foram aplicadas, apenas na unidade central. Segundo a Secretaria da Saúde do Paraná, dos 10,2 milhões de habitantes no Estado, 7,2 milhões estão imunizados contra a febre amarela – cerca de 71% da população. Os dados foram computados a partir de 1999, quando a secretaria assumiu o controle da vacinação contra a doença, que antes era feito pelo Ministério da Saúde.

A vacina pode ser aplicada mediante a solicitação do paciente, mas médicos defendem a necessidade da receita médica para que a pessoa seja vacinada com segurança. ?Trata-se de uma vacina com vírus vivo atenuado e, por isso, tem algumas contra-indicações?, afirma o infectologista Jaime Rocha, do laboratório Frischmann Eisengart.