Mais de 200 projetos ligados à Economia Solidária serão beneficiados com a doação de equipamentos realizada pela Secretaria do Trabalho, Emprego e Promoção Social. A aparelhagem, adquirida no final de 2004, tem entrega prevista para março deste ano.

A ação faz parte da política de Segurança Alimentar do Governo Federal que, no Paraná, foi incorporada pela política de geração de emprego e renda. Os equipamentos serão destinados a organizações comunitárias distribuídas por todo o estado.

O secretário estadual do Trabalho, Emprego e Promoção Social, Padre Roque Zimmermann, vê nessa política um dos caminhos mais eficientes no combate à exclusão social. "Ajudamos organizações comunitárias a desenvolver um trabalho que proporciona renda à população desprivilegiada. Assim, além da melhor condição de vida, essa parcela da população não fica dependente de programas assistencialistas" afirma Roque Zimmermann.

Os recursos utilizados para a compra são provenientes dos governos federal e estadual e totalizam R$ 1.829.700,00. A verba federal, 990 mil, é proveniente do Ministério do Desenvolvimento Social ? MDS e a estadual, do Programa Economia Solidária.

Entre os projetos beneficiados estão os de transformação de hortigranjeiros em embutidos e da uva em seus derivados como vinhos, geléias ou sucos. Cada entidade participante se organiza na atividade econômica viável na região.

O Programa

A Produção Solidária de Alimentos ? Produsa, prevê o aparelhamento de entidades organizadas da sociedade civil responsáveis pela produção e comercialização de alimentos. Essa política pública tem a intenção de garantir a segurança alimentar de uma parcela da população em risco social, ao mesmo tempo em que oferece oportunidade de trabalho e renda para esses cidadãos.