Mesmo tendo ganhado do Emelec na última terça-feira, no Equador, o Internacional viu sua vida complicar-se ainda mais na Copa Libertadores da América.

Nesta quinta, o Nacional, do Uruguai, venceu em casa o Vélez Sarsfield por 2 a 0, com gols de Godín e Castro, e assumiu a liderança do Grupo 4, com 10 pontos. Os argentinos têm oito e o time gaúcho, sete. O já eliminado Emelec soma três.

Com o resultado, e já contando com a provável vitória do Vélez sobre o lanterna Emelec, na próxima quinta, em Buenos Aires, o Inter precisará vencer o Nacional por três gols de diferença, no mesmo dia, no Beira-Rio, para avançar às oitavas-de-final.

Se isso acontecer, o Inter ficaria com o segundo lugar do grupo, levando vantagem apenas no terceiro critério de desempate, os gols marcados fora de casa.

Outra alternativa para a equipe de Abel Braga é torcer por um tropeço do Vélez diante do Emelec e ganhar por qualquer placar do Nacional.