O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), o sul-coreano Ban Ki-moon, vai visitar a Coreia do Norte nesta semana, segundo a agência de notícias Yonhap, da Coreia do Sul. Um encontro com o líder norte-coreano, Kim Jong-un, no entanto, ainda é discutido.

A viagem retomaria o roteiro de seis meses atrás, quando Pyongyang cancelou, no último momento, um convite feito a Ban para visitar a fábrica binacional localizada na cidade de Kaesong. Caso a visita se confirme, será a primeira vez que um secretário-geral da ONU vai ao país desde 1993, quando o egípcio Boutros Boutros-Ghali chefiava a entidade. O porta-voz da Nações Unidas, Stephane Dujarric, não quis comentar a notícia.

A agência sul-coreana atribuiu a informação a uma graduada autoridade da ONU, que não teve a identidade revelada. A imprensa estatal norte-coreana também não tinha confirmado a notícia, enquanto autoridades da Coreia do Sul disseram que não sabiam sobre a suposta viagem.

Um encontro entre Ban e Kim seria o evento diplomático de mais alto nível da Coreia do Sul desde que o líder norte-coreano chegou ao poder, no fim de 2011. O evento poderia indicar um esforço de Pyongyang para reduzir seu isolamento diplomático, no momento em que enfrenta sanções por buscar armas de destruição em massa. Pode ainda representar um esforço de Ban para avançar na reconciliação entre as duas Coreias, antes do fim de seu mandato como secretário-geral da ONU, em dezembro do próximo ano. Fonte: Dow Jones Newswires.