O chanceler da Rússia, Sergei Lavrov, disse nesta terça-feira que a administração do presidente eleito dos EUA, Donald Trump, será convidada a participar nas negociações de paz da Síria em 23 de janeiro.

Lavrov disse que espera que as negociações, que ocorrerão em Almaty, no Casaquistão, sejam mais produtivas sob o governo de Trump do que com o presidente americano, Barack Obama.

“É totalmente possível dar nova vida a estas negociações de paz, considerando que a nova administração dos EUA diz que pretende lutar contra o terrorismo, ao contrário da administração antes de Trump”, disse Lavrov a repórteres. Fonte: Dow Jones Newswires.