Os cadáveres de quatro presos foram encontrados ontem degolados no depósito de lixo da penitenciária de Culiacán, capital de Sinaloa, no norte do México, informou hoje o porta-voz da procuradoria do Estado, Martín Gastélum.

Ele disse que os detentos foram degolados e aparentemente morreram pela perda de sangue. Três dos presos mortos haviam sido detidos na semana passada após um tiroteio com a polícia. O quarto preso foi detido em dezembro de 2009, acusado de estupro. Até agora, as autoridades não conseguiram encontrar conexão entre esse preso e os outros três degolados.

Nos últimos meses, ocorreram confrontos entre detentos nas penitenciárias mexicanas que deixaram muitos mortos. Vários grupos de detentos são ligados aos cartéis do narcotráfico.