O Partido Social Democrata da República Checa, vencedor das eleições legislativas realizadas no país em outubro, assinou um acordo com outras duas legendas para formar uma nova coalizão de governo de centro-esquerda.

O acordo foi selado hoje em Praga pelo líder social-democrata, Bohuslav Sobotka, pelo chefe do movimento Ano (Sim), o bilionário Andrej Babis, e pela cúpula do Partido Democrata Cristão.

O Partido Social Democrata, de esquerda, terá oito postos ministeriais, inclusive o de primeiro-ministro, enquanto o Ano (centro) comandará seis ministérios e os democrata-cristãos (centro) chefiarão três pastas.

O acordo é um importante passo para que a República Checa supere a crise política deflagrada pela queda de um governo de centro-direita em junho em meio a um escândalo de corrupção e abuso de poder. Ainda não está claro, entretanto, quando o presidente Milos Zeman empossará o governo liderado por Sobotka. Fonte: Associated Press.