O parlamento da Hungria aprovou nesta terça-feira um plano para deter a entrada de migrantes no país até que seus pedidos de asilo sejam decididos, à medida que o governo intensificou os esforços para fechar um dos principais corredores de imigrantes que tentam chegar à Europa Ocidental.

De acordo com as novas regras, as autoridades serão autorizadas a manter qualquer requerente de asilo e crianças com acompanhantes que entrem no país. A legislação aprovada nesta terça-feira é a mais recente ação do primeiro-ministro Viktor Orban para tornar seu país uma peça-chave para controles fronteiriços difíceis. Durante décadas, refugiados e migrantes atravessaram a Hungria em direção às nações europeias mais prósperas do continente. Fonte: Associated Press.