Dois mísseis disparados pelos Estados Unidos mataram sete supostos militantes no Paquistão, perto da fronteira afegã, afirmaram hoje dois funcionários do setor de inteligência paquistanês. Os ataques ocorrem no mesmo dia em que o senador democrata norte-americano John Kerry concluiu conversas em Islamabad sobre como melhorar a relação bilateral, que enfrenta problemas desde um ataque unilateral dos EUA que matou o líder da Al-Qaeda, Osama bin Laden, em 2 de maio, em uma cidade paquistanesa.

Dois funcionários da inteligência paquistanesa disseram que os mísseis atingiram uma casa e um veículo perto de Mir Ali, um distrito do Waziristão do Norte. As fontes pediram anonimato, porque não estavam autorizados a dar seus nomes a jornalistas. As informações são da Dow Jones.