O presidente Barack Obama fará um pronunciamento nesta terça-feira às 11h (de Brasília) a respeito dos tornados que destruíram cidades no Estado de Oklahoma e deixaram pelo menos 51 mortos.

Segundo um funcionário do governo, o pronunciamento será feito na Casa Branca. Obama será informado novamente sobre a situação na manhã desta terça-feira pela secretária de Segurança Interna Janet Napolitano, pelo Chefe do Estado-Maior das Forças Armadas, Denis McDonough e outros integrantes da administração, declarou a fonte.

Um enorme tornado com pelo menos 800 metros de extensão atingiu os subúrbios de Oklahoma City, destruindo bairros inteiros. Uma escola primária também foi atingida por ventos de até 320 quilômetros por hora. Pelo menos 51 pessoas morreram, das quais ao menos 20 eram crianças, mas segundo algumas agências de notícias o número de vítimas fatais chega a 91.

A violenta tempestade – menos de 1% de todos os tornados atingem ventos com qual velocidade – passou pela cidade de Moore na região central dos Estados Unidos conhecida como “viela dos tornados”.

Equipes de resgate trabalharam durante a noite toda limpando a região e analisando os bairros onde a tempestade destruiu casas, na tentativa e tentaram ouvir a voz de sobreviventes em meio aos escombros.

Mais de 120 pessoas foram socorridas em hospitais, dentre elas cerca de 50 crianças. Amy Elliott, porta-voz do Oklahoma Medical Examiner’s Office, disse na terça-feira que pode haver mais 40 mortos do tornado de segunda-feira.

A governadora de Oklahoma, Mary Fallin, enviou 80 membros da Guarda Nacional para ajudar nas operações de resgate e chamou mais patrulheiros rodoviários para o serviço. Fallin também falou na segunda-feira com o presidente Barack Obama, que declarou estado de desastre e ordenou o envio de ajuda federal para suplementar os esforços estaduais e locais.

O tornado também destruiu um hospital comunitário e algumas lojas em Moore. Um mapa fornecido pelo Serviço Nacional de Meteorologia mostrou que a tempestade começou a oeste de Newcastle e cruzou o rio Canadian na direção da zona rural de Oklahoma City, a sudoeste, por volta das 15h, horário local.

O Serviço Nacional de Meteorologia emitiu um aviso inicial de que o tornado atingiu a o nível EF-4 na escala Fujita, a segunda mais forte para este tipo de fenômeno.

O Centro de Previsões de Tempestades de Oklahoma previu mais tempestades para esta terça-feira, com pedras de granizo que podem chegar ao tamanho de bolas de golfe, ventos fortes e isolados e fortes tornados em partes do Texas, Arkansas, Louisiana e Oklahoma. As informações são da Associated Press e da Dow Jones