Moscou realiza neste domingo sua primeira eleição para a prefeitura em uma década, em uma disputa crucial que está inflamando a pequena oposição de modo a se mostrar uma ameaça ao Kremlin nos dias e anos vindouros.

Embora a vitória do candidato apoiado pelo presidente Vladimir Putin seja esperada, a candidatura do carismático líder opositor Alexei Navalny levou milhares de voluntários a fazer campanha, pessoas que não tinham se engajado em uma disputa antes.

Se Navalny obtiver mais de 20% dos votos ou se chegar perto disso para forçar Sergei Sobyanin em um segundo turno, isso poderia dar peso à oposição em seus esforços para um dia tirar Putin do poder.

Além disso, uma votação vista como suspeita pode desencadear protestos, assim como relatos de fraude generalizada na eleição parlamentar nacional em 2011 levaram a manifestações sem precedentes contra o governo de Putin. Fonte: Associated Press.