As forças iraquianas, apoiadas pelo governo norte-americano, avançaram em uma base militar nos arredores de Mosul e retomaram o controle da pista do aeroporto da região, que estava nas mãos do Estado Islâmico.

O ataque de três frentes começou logo depois do pôr do sol, com três comboios do exército atravessando o deserto montanhoso de Nínive, na ofensiva no sul de Mosul. As forças especiais se uniram à polícia federal e Unidades de Resposta Rápida na ofensiva, que foi iniciada no começo da semana para expulsar os militantes do Estado Islâmico no oeste da segunda maior cidade iraquiano. À tarde, eles entraram na base militar de Grazlani, no sul da cidade, e tomaram o aeroporto.

Helicópteros iraquianos sobrevoaram Mosul e abriram fogo na borda sudoeste da cidade, levantando colunas de fumaça no horizonte. “Nós quebramos a primeira linha de defesa do Estado Islâmico”, disse no tenente Yaser Mohsen, cujas tropas capturaram o importante vilarejo do Tell al-Rayan, onde atiradores de elite do Estado Islâmico têm dificultado o avanço da ofensiva. Eles então se moveram para o extremo oeste de Mosul, no bairro de Mamun, onde se preparam para entrar na cidade. Fonte: Associated Press.