Uma mulher holandesa assistiu à queda do marido e dos três filhos alpinistas de um penhasco em uma montanha perto de Mont Blanc, o maior da Europa, na fronteira entre Itália e França. Segundo Oscar Tajola, chefe da equipe de resgate na cidade vizinha de Courmayeur (Itália), o holandês de 56 anos e seus filhos, que escalavam a montanha, caíram por pelo menos 500 metros em um penhasco de rochas, gelo e neve, enquanto a mulher assistia a tudo debaixo da montanha.

“Nós a levamos ao hospital porque ela se encontrava em estado de choque,” disse Tajola. “Acreditamos que um deles escorregou e arrastou todos para baixo”.

A mulher, de 50 anos, foi liberada mais tarde do hospital e identificou os corpos do marido e dos filhos, que tinham idades entre 17 e 23 anos. Os quatro escalavam o Mont Dolent, de 3.800 metros, que é parte do maciço de Monte Bianco. O Monte Bianco tem 4.810 metros e atrai centenas de alpinistas por ano, dezenas dos quais morrem na escalada.