Mais de cem mil pessoas participaram de passeatas silenciosas em luto e memória das 17 vítimas dos atentados terroristas realizados nos arredores de Paris nos últimos três dias.

De acordo com informações do jornal francês Le Monde, as passeatas foram maiores nos municípios de Pau, nos Pirenéus-Atlânticos, com 30 mil participantes, Orleans, com 22 mil manifestantes e na cidade de Nice, em que 23 mil cidadãos caminharam silenciosamente em avenida junto ao mar. Também foram registradas manifestações pacíficas do tipo em Caen, Lannion, Quimper, Dinard, Béthune, Maubeuge, Annonay e Narbonne.

Diversos manifestantes compareceram às passeatas com placas e faixas com a expressão “Je suis Charlie” (“Eu sou Charlie”, no português), em apoio à liberdade de expressão e em defesa do jornal francês em que ocorreu o primeiro e o mais violento atentado terrorista organizado pelos quatro suspeitos. Destes, três já foram mortos e uma segue foragida.

As caminhadas foram realizadas em antecipação ao evento oficial, que ocorrerá em Paris no domingo. Além de líderes franceses como o presidente François Hollande, a manifestação deverá contar também com a presença de personalidades, do primeiro-ministro britânico David Cameron e da chanceler Angela Merkel. (Renato Oselame – renato.oselame@estadao.com)