Uma explosão foi registrada na sexta-feira, 2, na sede da promotoria em Cali, na Colômbia. O comandante da polícia, general Hugo Casas, disse que “aparentemente ocorreu uma explosão acidental em um local onde são armazenados documentos referentes a investigações”, que teriam sido destruídos. Segundo a polícia, a explosão não “parece ser um ato terrorista”.

O prefeito de Cali, Maurice Armitage, disse que, aparentemente, tudo se originou “por um mau uso de explosivos” armazenados no edifício.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.