A comissão eleitoral do Afeganistão desqualificou a candidatura de 16 candidatos na disputa presidencial do país, contudo todos os principais favoritos tiveram suas candidaturas aprovadas.

A Comissão Eleitoral Independente do Afeganistão informou que as 16 eliminações ocorreram por causa de inadequações em documentos e outras irregularidades. O chefe da comissão, Ahmad Yousuf Nuristani, afirmou que os candidatos desqualificados têm 20 dias para apresentar um recurso de apelação contra a decisão.

Segundo Nuristani, a decisão deixa agora 10 na disputa eleitoral, em comparação com os 26 candidatos que originalmente solicitaram participar da eleição. Entre os 10 remanescentes, estão políticos de peso como o irmão do presidente Hamid Karzai e vários antigos “senhores da guerra”.

A votação de 5 de abril pode determinar o curso futuro do Afeganistão e o nível de envolvimento estrangeiro após 12 anos de guerra. Fonte: Associated Press.